Treze mil pessoas foram afetadas pelas chuvas em Santa Catarina

Tempo instável pode ter mais chuva no fim de semana e rajadas de vento de até 60km/h

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

23 de abril de 2010 | 11h50

Cidade de Concórdia é uma das afetadas pelas chuvas em SC

 

SÃO PAULO - Ao menos treze mil moradores de Santa Catarina foram afetados pelas chuvas que caíram no Estado entre ontem e hoje, segundo dados da Defesa Civil estadual. Deste total, 120 estão desabrigadas e outras 1.238 estão desalojadas.

 

Seis municípios catarinenses já informaram sobre estragos causados pelas chuvas nas últimas horas: Santa Cecília, Caçador, Lebon Régis, Dona Emma, Concórdia e Presidente Getúlio, registraram danos materiais e humanos. A Defesa Civil aguarda o informe sobre os prejuízos de outras quatro cidades: Rio Negrinho, Videira, Santa Terezinha e Presidente Getúlio.

 

Em Santa Cecília, duas residências foram interditadas devido ao risco de deslizamentos. Na cidade de Caçador, o Centro e outros cinco bairros foram atingidos pelos alagamentos, afetando 25 residências. Em Concórdia houve deslizamentos de terra, atingindo um muro.

 

No município de Lebon Regis, parte da área urbana e rural foram atingidas. Estão desalojadas 120 pessoas, 40 desabrigadas e 30 residências danificadas. O abastecimento de água e transporte foi prejudicado.

 

Previsão

 

De acordo com a Defesa Civil, o tempo melhora nesta sexta, e a intensidade da chuva diminui, com presença de chuva isolada no início do dia e sol entre nuvens no decorrer do dia. No fim de semana, volta a ter condições de temporais isolados com descargas elétricas em todas as regiões e volta o risco de alagamentos em pontos isolados no estado.

 

Podem ocorrer rajadas fortes de vento sul, da ordem de 50 a 60km/h, mais intensas nas áreas próximas do mar. Uma forte deixa o mar agitado no decorrer de hoje, com picos de onda em torno de 2,5 a 3 metros, com risco para navegação e atividades de pesca.

Mais conteúdo sobre:
Santa Catarinachuvasdesalojados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.