Tribunal chileno congela fusão entre LAN e TAM para consultas

O tribunal de proteção à concorrência do Chile colocou em pausa para investigação o processo de fusão entre as companhias aéreas LAN e TAM, o que poderia atrasar ou frustrar a tentativa de se criar uma das maiores empresas do setor no mundo.

REUTERS

29 Janeiro 2011 | 11h11

Em meados de janeiro, LAN e TAM determinaram os termos para unir as operações das duas companhias em um prazo entre seis e nove meses.

Uma associação de consumidores do Chile pediu à corte um parecer sobre a adequação do acordo às normas do país. O tribunal aceitou o trâmite, que impede o avanço do processo.

"Suspenda-se nesse ínterim a operação consultada", afirmou a corte em resolução publicada na Internet.

(Reportagem de Fabián Andrés Cambero)

Mais conteúdo sobre:
AEREAS LAN TAM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.