Tribunal de Justiça inicia transmissão oficial online de recursos ao STJ

Após muita resistência à informatização, o Tribunal de Justiça de São Paulo realizou ontem a primeira transmissão oficial de recursos online ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Trata-se de um agravo de instrumento sobre acidente de trânsito que em apenas uma hora chegou ao STJ e foi acolhido pelo ministro Napoleão Nunes Maia. Antes da virtualização os recursos seguiam por malote. "A remessa levava 7 meses para sair do Estado e mais seis até a distribuição em Brasília", destaca o ministro César Asfor Rocha, presidente do STJ, corte que informatizou plenamente. Ele se empolga com a economia propiciada pelo novo modelo. Em 2008 a Justiça gastou R$ 20 milhões com Correios para remessa de processos ao STJ. Asfor Rocha assinala que o fim do império do papel no tribunal que preside levou à preservação de 1,6 mil hectares de árvores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.