Tribunal nega saída de processo da 6ª Vara

O Tribunal Regional Federal da 3.ª Região decidiu que o processo Satiagraha - investigação sobre suposto esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas envolvendo o banqueiro Daniel Dantas, do Grupo Opportunity -, deve continuar com a 6.ª Vara Criminal Federal, em São Paulo. Os desembargadores rejeitaram dois pedidos de conflito de competência para que o caso fosse deslocado para a 2.ª Vara. A Satiagraha estourou em julho de 2008 por ordem do juiz Fausto Martin De Sanctis, da 6.ª Vara. Advogados de Dantas atribuem a De Sanctis parcialidade no caso, por isso queriam tirar o processo de suas mãos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.