Trio faz arrastão em quatro bairros do Rio e leva até marmita

Vítimas eram pedestres que iam trabalhar no fim da madrugada; criminosos foram presos após perseguição

Clarissa Thomé, estadao.com.br

29 de janeiro de 2009 | 19h17

Cerca de 40 pessoas foram roubadas num arrastão no fim da madrugada desta quinta-feira, 29, que passou por quatro bairros do subúrbio do Rio. As vítimas - pedestres a caminho do trabalho - tiveram de entregar relógios, celulares, mochilas e carteiras. Até guarda-chuvas e marmitas os criminosos levaram. Os três assaltantes foram presos, depois de perseguição policial. Sandro Costa Monteiro, Adriano Messias Souza Silva e Wagner Araujo da Silva, detidos em flagrante, estavam em um Corsa prata. Por volta das 4h30, eles começaram a rodar pelos bairros de Rocha Miranda, Guadalupe, Madureira e Turiaçu, abordando pessoas que caminhavam para pontos de ônibus ou estações de trem. As vítimas eram ameaçadas com uma pistola e obrigadas a entregar todos os pertences. As primeiras pessoas assaltadas comunicaram o crime para policiais do 9.º Batalhão da PM (Rocha Miranda). Houve perseguição e troca de tiros. Feridos por estilhaços de balas e de vidro, os assaltantes foram levados para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. Depois de medicados, foram encaminhados para a 30.ª Delegacia de Polícia (Marechal Hermes), onde foram autuados. No carro, os policiais apreenderam dezenas de bolsas, carteiras, celulares, relógios e outros pertences, que ficaram amontoados numa sala da delegacia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.