Trio que alugava armas para quadrilhas é preso em São Paulo

A polícia prendeu nesta quinta-feira, 13, três acusados de alugarem armas e munições para uma quadrilha de traficantes que atua na zona leste de São Paulo. Na casa de Akinori Matsumoto, de 51 anos, o Japonês, investigadores do 21º DP (Vila Matilde) encontraram 49 revólveres calibre 38, 12 espingardas calibre 12, uma granada de uso restrito das Forças Armadas, coletes à prova de balas, carabinas desmontadas e munição. Matsumoto negou as acusações. "Ele afirma que há 15 anos trabalha como armeiro, mas seu registro profissional foi cassado", disse o delegado Luiz Carlos do Carmo, da 5ª Seccional. "Aquele depósito era totalmente irregular." No sobrado da Rua Professor Xavier de Lima, os policiais também prenderam Osmar Bento, de 73 anos, responsável por cromar as armas, e Luiz Soares, de 41, flagrado com um revólver com numeração raspada. Os três foram autuados por porte ilegal (crime inafiançável). Os policiais ouviram falar do depósito de armas há cerca de três meses, ao investigar uma série de assassinatos cometidos por uma quadrilha da Vila Eulália. O bando, com pelo menos 12 pessoas, alugava as armas para praticar roubos de carros e motos, extorquir e cometer homicídios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.