Troca de equipamentos atrasa vôos no sul do País

Os vôos controlados pelo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta-2), de Curitiba, no Paraná, sofreram novos atrasos na tarde desta segunda-feira, 11. O motivo, segundo o Centro de comunicação da Aeronáutica, foi a falta de energia ocorrida para dar continuidade ao processo de modernização nos equipamentos do Cindacta-2.O corte de energia aconteceu por volta das 12 horas e, segundo a Aeronáutica, às 13 horas o fornecimento já havia sido restabelecido.Com o corte da luz, muitos vôos, que já estavam com atrasos na parte da manhã desta segunda-feira, ficaram ainda mais atrasados, com um espaçamento de cerca de 30 minutos entre pousos e decolagens. Ainda não há previsão para a normalização dos vôos.De acordo com o boletim da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgado na manhã desta segunda-feira, houve uma redução no número de vôos com atrasos. Segundo a agência, 20,3% dos vôos foram afetados com atraso superior a uma hora. De 603 pousos e decolagens programados, 123 tiveram atraso e dez foram cancelados, da meia-noite às 10h30 desta segunda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.