Troca de tiros deixa um morto em rodovia no Rio

Policiais flagraram dois homens em uma moto atirando contra o motorista de um Santana, que acabou morto; um bandido foi morto e outro ficou ferido

Pedro da Rocha, estadão.com.br

24 Setembro 2010 | 18h38

SÃO PAULO - Depois de um tiroteio, na tarde de hoje, 24, entre três policiais rodoviários federais, que passavam pela rodovia Presidente Dutra, perto do km 172, próximo de Belford Roxo, no Rio de Janeiro, deixou um dos suspeitos morto. Os policiais flagraram os bandidos quando eles cometiam um assassinato.

 

A ação ocorreu por volta das 14h30, quando os agentes, que seguiam no sentido São Paulo da via, ouviram disparos e pararam para verificar o que estava acontecendo. Segundo os policiais, uma motocicleta foi avistada se aproximando de um Santana, ambos no sentido Rio. O carona da moto disparou contra o carro e foi flagrado pelos agentes. O motorista do veículo, após ter sido atingido, perdeu o controle do carro e bateu na mureta.

 

Ao receber ordem da PRF para que parassem, o criminoso começou a atirar na direção dos policiais, que revidaram. O passageiro da moto, executor dos disparos, foi atingido, e morreu no local. O condutor também foi ferido, recebeu atendimento de socorro e foi conduzido ao Hospital da Posse. Nenhum policial foi atingido.

 

O motorista do Santana atingido não resistiu e morreu. O caso foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Mesquita.

 

Também na tarde de hoje, na Rodovia Rio-Santos (BR 101-Sul), um passageiro de uma caminhonete que passava pela fiscalização da PRF foi preso.

 

Dos três ocupantes do veículo abordado apenas um detido. Ao checar a documentação do suspeito, os policiais rodoviários foram informados da existência de um mandado de prisão em aberto contra ele por homicídio. Ele foi conduzido ao 50ª DP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.