Trote dá falsas esperanças a família de padre desaparecido

Comando do 5º Distrito Naval desmentiu que ele tivesse no Rio Grande do Sul

Solange Spigliatti, estadao.com.br

28 de abril de 2008 | 09h23

Um trote à família do padre Adelir de Carli, de 41 anos, desaparecido desde o último dia 20, deu falsas esperanças aos familiares do religioso neste domingo, 27. Os parentes receberam uma ligação que informava que o padre estava no Rio Grande do Sul. A informação foi desmentida pelo Comando do 5º Distrito Naval.A Marinha suspendeu as buscas ao padre no fim da tarde de sábado, 26. A família do religioso chegou a alugar um avião para reforçar as buscas. Ainda segundo o Comando, apenas bombeiros voluntários do município de Penha, em Santa Catarina, continuam procurando o padre desaparecido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.