AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Trote leva bombeiros do Rio a procurarem um balão que teria caído

Um trote pode ter levado o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro a realizar buscas de possíveis passageiros de um balão que teria caído no mar na Região dos Lagos, entre Búzios e Cabo Frio. Por volta de meio-dia, um telefonema mobilizou os Bombeiros e a Capitania dos Portos, que utilizaram três lanchas para procurar o suposto balão por mais de duas horas. Sem nenhum sinal, os bombeiros resolveram ligar para o autor da denúncia e descobriram que ele deixou como referência um celular inexistente. De acordo com a assessoria de comunicação dos bombeiros, nenhum banhista das praias de Búzios viu o balão e as buscas foram suspensas. O coronel Marcos Silva, chefe do Estado Maior dos Bombeiros, informou ainda que nenhum parente das possíveis vítimas procurou a corporação. Silva lamentou esse tipo de prática que, segundo ele, tem diminuído. "O trote para os bombeiros é uma brincandeira insensata que dá prejuízo para nós e pode inviabilizar a ajuda a alguém que realmente precise."

Agencia Estado,

14 de maio de 2006 | 20h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.