TSE aponta maiores e menores bancadas eleitas para Câmara e Senado

O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou uma estatística prévia dos candidatos eleitos para os cargos de deputado federal, deputado estadual e senador. As cinco maiores bancadas eleitas para a Câmara dos Deputados são: PMDB (89), PT (83), PSDB e PFL, ambos com 65 parlamentares, e PP (42). No Senado, 27 senadores elegeram-se por 12 dos 29 partidos registrados junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Cada unidade da federação elegeu um senador.Para a Câmara dos Deputados, foram eleitos 513 parlamentares. No Senado, houve renovação de um terço da Casa, ou seja, de 27 senadores.Os dados podem sofrer alteração devido aos recursos de registros de candidaturas que ainda estão sendo julgados pela Justiça Eleitoral.Os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) têm até o dia 14 de novembro para mostrar os resultados finais das eleições de deputado federal, deputado estadual e senador e divulgar os eleitos, segundo informou nesta quinta-feira o site do TSE.Câmara dos deputadosAlém do PMDB, PT, PSDB, PFL e PP, que elegeram as maiores bancadas, partidos menores também conseguiram eleger deputados. PAN, PT do B, PTC e PRB elegeram apenas um deputado. Os dois últimos terão representantes do Rio de Janeiro. O deputado eleito pelo PAN é do Maranhão.Não terão representantes na próxima legislatura os seguintes partidos: PRP, PSTU, PCB, PRTB, PSDC, PCO PTN e PSL.Na bancada por estado, o PSDB fez o maior número de deputados. O partido elegeu 17 representantes em São Paulo. Nesse Estado há o maior número de vagas para a Câmara, ou seja, 70 parlamentares.O segundo com mais deputados por estado foi o PFL. O partido elegeu um terço dos deputados da Bahia, quer dizer,13 representantes no total de 39 vagas.Por regiãoNa divisão por região, quem elegeu o maior número foi o PT. O partido fez 30 deputados no Sudeste. No entanto, ao considerar o número de regiões, o PMDB ficou em primeiro lugar .O partido foi quem mais elegeu em três regiões: 15 na Norte, 18 na Sul e dez na Centro-Oeste. O PFL foi o campeão na região Nordeste, onde elegeu 27 parlamentares.A região Centro-Oeste é a que será representada por menos partidos.Apenas 11 das 21 legendas que fizeram deputados no Brasil, conseguiram eleger representantes na região.SenadoDoze partidos elegeram senadores e o PFL tem a maior bancada. Com a renovação de um terço do Senado Federal nas eleições de 1.° de outubro, 27 senadores elegeram-se por 12 dos 29 partidos registrados junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Cada unidade da federação elegeu um senador.A maior bancada ficou com o PFL: seis senadores (TO, RN, SE, MT, MG e SC). Em segundo lugar, está o PSDB, com cinco parlamentares (PA, PB, GO, MS e PR). O PMDB elegeu quatro representantes (AP, PE, DF e RS); o PTB, três (RR, MA e PI). O PT ficou em quinto lugar, com dois senadores (AC e SP). Os partidos que elegeram apenas um representante no Senado foram: PP (Rio de Janeiro), PSB (Espírito Santo), PL (Amazonas), PPS (Rondônia), PDT (Bahia), PCdoB (Ceará) e PRTB (Alagoas).Por regiãoNorte - Sete senadores elegeram-se pela Região Norte, cada um pelos seguintes partidos: PMDB, PT, PSDB, PFL, PL, PTB e PPS. Não elegeram senadores pelo Norte: PP, PSB, PDT, PCdoB e PRTB.Nordeste - Dos nove senadores eleitos pela Região Nordeste, dois são do PFL, dois do PTB, um do PMDB, um do PSDB, um do PDT, um do PCdoB e um do PRTB. Não elegeram senadores, pelo Nordeste, o PT, o PP, o PSB, o PL e o PPS.Centro-Oeste - Quatro senadores elegeram-se pela Região Centro-Oeste: dois pelo PSDB, um pelo PMDB e um pelo PFL. Não elegeram representantes no Senado, pelo Centro-Oeste: PT, PP, PSB, PL, PTB, PPS, PDT, PCdoB e PRTB.Sudeste - Os quatro senadores eleitos no Sudeste são oriundos do PT, do PFL, do PP e do PSB. Não elegeram senadores, pelo Sudeste, o PMDB, o PSDB, o PL, o PTB, o PPS, o PDT, o PCdoB e o PRTB.Sul - Na Região Sul, PMDB, PSDB, PFL e PRTB elegeram, cada, um senador. Ficaram sem representação na bancada sulina do Senado: PT, PP, PSB, PL, PTB, PPS, PDT e PCdoB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.