TSE considera casal Capiberibe inelegível

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá terá de proclamar novamente o resultado da eleição para deputado e senador no Estado. A ministra Cármen Lúcia, do Tribunal Superior Eleitoral, determinou a exclusão do casal João e Janete Capiberibe (ambos do PSB) da lista de eleitos, por terem sido condenados por compra de votos em 2002. Eles foram considerados inelegíveis por causa da Lei da Ficha Limpa, Janete disputou vaga na Câmara e Capiberibe, no Senado. O casal pode tentar reverter a decisão.

, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.