TSE garante candidatura de Ana Maria Rangel

A cientista política e empresária Ana Maria Rangel conseguiu garantir sua candidatura à Presidência da República. Em agosto, o Tribunal Superior Eleitoral rejeitou o registro da candidata depois que o Partido Republicano Progressista invalidou a convenção que escolheu Ana Maria como presidenciável. A anulação ocorreu depois que a empresária acusou o PRP de extorsão. Na terça-feira, os ministros do TSE reformaram a decisão e asseguraram o registro. O relator, ministro Cezar Peluso, acolheu o recurso em razão da apresentação da ata da convenção do PRP e do restabelecimento da validade da convenção pela Justiça Comum.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.