TSE inclui Ana Maria Rangel na propaganda para presidência

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizou o sorteio das inserções diante da entrada da candidata à Presidência da República Ana Maria Rangel, do PRP, no horário eleitoral obrigatório. A oficialização da candidatura ainda está sub judice, e a lei permite sua participação no horário eleitoral. A candidata começa a participar do horário eleitoral a partir desta quinta-feira (31).Com o novo sorteio, a distribuição das inserções remanescentes foi revista entre os agora oito candidatos à Presidência da República. Eles terão direito a 348 inserções ao longo da programação das emissoras de rádio e TV até o fim do horário eleitoral obrigatório. Com a entrada de Ana Maria Rangel, a distribuição do tempo de propaganda fica assim:Coligação "Por um Brasil Decente" terá o tempo total de 10´13´´22;Coligação "A Força do Povo" terá o tempo total de 7´12"07;PDT terá 2´14"96;Coligação "Frente de Esquerda" terá 1´02"50;Candidatos do PSL, Luciano Bivar, e do PSDC, José Maria Eymael, terão tempos iguais: 1´06"12 por bloco.Candidato do PCO, Rui Pimenta, e a candidata Ana Maria Rangel, do PRP, terão o tempo, cada um, de 1´02"50 por bloco.A seqüência de aparição dos candidatos no horário eleitoral será a seguinte: 1ª) Heloísa Helena (coligação "Frente de Esquerda"); 2º) José Maria Eymael (PSDC); 3º) Geraldo Alckmin ("Por um Brasil Decente"); 4º) Rui Pimenta (PCO); 5º) Cristovam Buarque (PDT); 6º) Luciano Bivar (PSL); 7º) Luiz Inácio Lula da Silva ("A Força do Povo"); e 8º) Ana Maria Rangel (PRP).De acordo com o artigo 50 da Lei 9.504/97 (lei eleitoral), a propaganda do partido ou coligação veiculada por último no primeiro dia de veiculação será a primeira do próximo programa e assim sucessivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.