TSE mantém Cássio Cunha Lima barrado pela Lei da Ficha Limpa

Por 4 votos a 3, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mantiveram o candidato mais votado ao Senado na Paraíba, Cássio Cunha Lima, fora da disputa. O ex-governador tucano foi barrado pelo TRE com base na Lei da Ficha Limpa por conta da condenação por abuso de poder político e conduta vedada a agente público no ano passado pelo próprio TSE. O tucano, que disputou a eleição com o registro indeferido, recebeu mais de 1 milhão de votos. Os advogados de Cássio Cunha Lima vão recorrer da decisão ao Supremo Tribunal Federal (STF). O ex-governador disputou uma vaga de senador pela Paraíba, mesmo sabendo que poderia ser barrado. Ele foi afastado do governo do Estado em fevereiro de 2009 pelo TSE.

, O Estado de S.Paulo

23 Outubro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.