Tubarão-martelo é capturado no litoral pernambucano

Um tubarão-martelo de 3,5 metros foi capturado na madrugada deste domingo, na Praia de Piedade, a 1,2 quilômetro da costa, na altura do Hospital da Aeronáutica, no município metropolitano de Jaboatão dos Guararapes. A captura foi realizada pelo barco Sinuelo, do projeto Pró-Tuba, da Universidade Federal Rural de Pernambuco (Ufrpe) que desde 2004 faz pesquisa e pesca seletiva em um trecho do litoral pernambucano vulnerável a ataques de tubarão.Os ataques a banhistas registrados desde 1992 na área do litoral pernambucano - 50, com 19 mortes - foram promovidos por tubarões das espécies tigre, cabeça-chata e galha preta. É a segunda captura de tubarão-martelo feita desde o início da pesquisa com o barco. De acordo com o engenheiro de pesca coordenador do projeto da Ufrpe, José Carlos Pacheco, devido ao seu grande porte, o tubarão-martelo poderia provocar algum acidente em contato com banhistas caso se aproximasse mais da orla, mesmo não integrando o rol das espécies potencialmente agressivas.O animal chegará na segunda-feira do mar e será levado para análise no laboratório de tecnologia pesqueira da Ufrpe. Depois de exame do aparelho reprodutor e do conteúdo estomacal do tubarão, ele será doado ao Núcleo de Apoio a Crianças com Câncer (Nacc). O Sinuelo vai para o mar nos finais de semana e feriados, quando as praias estão lotadas de banhistas, monitorando a presença de tubarões na área. Desde o início deste trabalho, foram capturados 25 tubarões das três espécies agressivas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.