Tubulação estoura e deixa moradores de Vila Zatt sem água

Dezenas de moradores do bairro de Vila Zatt, região de Pirituba, zona oeste da capital paulista, estão sem água desde às 2h30 da madrugada desta segunda-feira, 19, após o rompimento de uma tubulação de médio porte, da Companhia Estadual de Saneamento Básico (Sabesp), na Rua Moraes Madureira.Com o vazamento, três casas de uma família num mesmo terreno foram invadidas pela água. Outra, localizada na Rua Conceição do Norte, paralela à via onde a tubulação rompeu, também foi invadida. Técnicos da Sabesp fecharam o registro da região para que o conserto possa ser feito. A expectativa é de que, até o final da manhã desta segunda-feira, os reparos na tubulação sejam encerrados e o buraco aberto seja concretado.Um dos moradores do imóvel atingido na Rua Moraes Madureira disse que em dezembro do ano passado o mesmo já tinha ocorrido e que o cano, que segundo ele passa sob sua casa, foi calçado com madeira e não suporta o peso da terra encharcada pela chuva.

Agencia Estado,

19 de março de 2007 | 06h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.