Tucano diz que Marta também tem de se explicar

O presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), cobrou explicações da senadora Marta Suplicy (PT-SP), que foi ministra do Turismo (2007-2008). "As denúncias vêm de muito antes, vêm da Marta. Ela tem de explicar isso também", disse Guerra. Ele alegou que servidores responsáveis pela liberação de emendas estão na pasta desde a gestão dela. "Ela não pode ficar nas estrelas pensando que foi lá que isso aconteceu. Foi no ministério que ela dirigia."

, O Estado de S.Paulo

11 Agosto 2011 | 00h00

Marta usou a tribuna e o Twitter para se defender. Pelo microblog, acusou Guerra de "começar a campanha eleitoral antes da hora" e considerou a atitude "lamentável". "Não há nenhum questionamento sobre minha gestão."

No Senado, Marta se disse "indignada" com a imprensa, após notícias de que, para evitar comentários sobre a prisão do ex-assessor Mario Moysés, refugiou-se no banheiro da Casa. "Fui porque havia uma necessidade de ir ao banheiro." Ela não mencionou, porém, o fato de ter usado a saída que dá acesso à taquigrafia, evitando os repórteres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.