Reprodução/Instagram Tuka Rocha
Reprodução/Instagram Tuka Rocha

Tuka Rocha e Maysa Mussi morrem após acidente aéreo no sul da Bahia

Ex-piloto de Stock Car e assessora de imprensa estavam internados desde quinta-feira; outros sete feridos na queda do avião seguem no Hospital Geral do Estado, em Salvador

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2019 | 08h56
Atualizado 18 de novembro de 2019 | 11h36

O ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha, de 36 anos, morreu na manhã deste domingo, 17, após complicações de um acidente de avião em Maraú, no sul da Bahia. A profissional de relações públicas e assessoria de imprensa Maysa Marques Mussi, que também estava no avião, morreu na noite do último sábado, 16. A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

 

Maysa e Tuka estavam no avião bimotor com outras oito pessoas, entre familiares e amigos. A irmã de Maysa, Marcela Brandão, morreu no local do acidente. Os demais feridos, como o empresário Eduardo Mussi, marido de Maysa e irmão do deputado federal Guilherme Mussi (PP-SP), além do marido e do filho de Marcela Brandão, seguem internados em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador (BA). Entre as vítimas também está Marcelo Constantino Alves, neto do fundador da Gol Nenê Constantino.

O acidente de avião ocorreu na última quinta-feira, 14, nas proximidades do distrito de Barra Grande. O bimotor se preparava para pousar em um resort quando se chocou com o solo e pegou fogo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#Tbt casamento Zoca e Du, amo vcs❤️ #zocaedu

Uma publicação compartilhada por Tuka Rocha (@tukarocha) em

A Secretaria de Saúde da Bahia não confirma oficialmente as identidades das vítimas do acidente. De acordo com a secretaria, seguem internados no HGE: 

• Adulto do sexo masculino, 26 anos

• Adulto do sexo masculino, 26 anos

• Adulto do sexo feminino, 27 anos

• Adulto do sexo masculino, 28 anos

• Adulto do sexo masculino, 33 anos

• Adulto do sexo masculino, 38 anos

• Criança do sexo masculino, 6 anos

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.