Túnel do tempo

As imagens recuperadas do homem pisando na Lua e as notícias que chegam de Honduras parecem documentos de épocas diferentes perdidos em nosso tempo. A despeito dos anos dourados que viveram juntas no auge da Guerra Fria, a conquista do espaço conserva até hoje uma ideia de futuro, enquanto a rotina de golpes militares na América Latina dava impressão de ter ficado no passado quando veio a grande lambança em Tegucigalpa. Se bem que, tão impressionante quanto o atraso político instalado nas últimas semanas em Honduras, chama atenção no noticiário internacional a precariedade tecnológica dos registros de imagem da façanha de 40 anos atrás dos astronautas na Lua. A tese de uma fraude produzida em Hollywood só não se consagra porque o cinema americano não seria capaz de fazer nada tão ruim em matéria de ficção científica. O que parece mentira, de verdade, é que tremendo passo mal filmado da Humanidade seja comemorado agora com a notícia da iminência de nova guerra civil na América Central. O passado, pelo jeito, está só começando. TALENTO MULTIMÍDIA Depois de torcer pelo Cruzeiro ao lado de Dunga no Mineirão e cantar baião acompanhado por Dominguinhos na Virada Nordestina do Vale do Anhangabaú, José Serra pode fazer uma ponta com Hebe Camargo na novela Vende-se um Véu de Noiva, do SBT. O governador quer mostrar ao Brasil que não será candidato à Presidência só por causa daquele rostinho bonito que Deus lhe deu. MELHOR QUE FECHAR O grande movimento de turistas no Congresso logo no primeiro dia do recesso parlamentar só confirma a vocação do lugar para um dia se transformar numa espécie de parque dos dinossauros no Brasil. Sem que seja necessário fechar coisa nenhuma! Data coroada Lula recebeu ontem, em pleno Dia do Amigo, a notícia de que será o primeiro chefe de Estado a receber visita oficial de Mahmoud Ahmadinejad após a reeleição do presidente iraniano. Tem coisa melhor? Dó maior Depois de cantar lindamente Blowin? in the Wind no show em homenagem a Nelson Mandela, em Nova York, Carla Bruni dificilmente escapará de um dueto com Suplicy, o maior intérprete brasileiro da célebre canção de Bob Dylan. A primeira-dama francesa passa o feriadão de 7 de setembro no Brasil. Que férias! A já tradicional praia artificial dos franceses às margens do Sena é o programa de índio alternativo do momento em Paris. Ideal para a família brasileira que ficou com medo de levar as crianças neste ano para Bariloche por causa da gripe suína. No Paris Plages, as mães não precisam se preocupar com nada: é proibido mergulhar no rio. Tecla sap Edson Lobão está nos EUA tentando explicar aos americanos as novas regras para a exploração da camada pré-sal. Parece que aqui ninguém entendeu direito o que o ministro tem a dizer a respeito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.