Turbulência obriga Airbus da TAM a retornar para Cumbica

Segundo a assessoria de imprensa da TAM, 1 dos 178 passageiros do vôo se feriu levemente

18 de novembro de 2007 | 18h20

Uma turbulência obrigou um Airbus A330 da TAM a retornar para o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, na tarde deste domingo, 18. A aeronave, que fazia o vôo JJ 8026, decolou às 10h34 rumo a Santiago, no Chile, e passou pelo problema duas horas depois. Acenderam-se os sinais de afivelar os cintos e o avião, de repente, perdeu muita altitude. Bolsas e sacolas caíram dos bagageiros. Refrigerantes explodiram. E um passageiro, cujo nome não foi revelado pela companhia, saiu ferido. "Ele estava sem cinto. Com a despressurização, bateu a cabeça no teto e cortou a testa", conta Ricardo Sanches São Pedro, de 34 anos, arquivista. Havia duas grávidas no vôo, que também foram atendidas e logo liberadas. De acordo com o setor de Supervisão e Emergências do Aeroporto Internacional de Guarulhos, o problema foi causado por uma despressurização. A TAM não confirma a informação. A companhia aérea diz apenas que o avião voltou para Guarulhos depois de passar por turbulência. O Airbus pousou em Cumbica às 15h05. Muitos passageiros precisaram ser medicados porque estavam descontrolados. A maioria deles foi transferida para outra aeronave assim que o Airbus da TAM pousou em Guarulhos. Quarenta não quiseram voar e ficaram hospedados no Caesar Park, de Guarulhos.

Mais conteúdo sobre:
Crise aéreaTAM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.