Turista é atingida na cabeça por bala perdida

Após assalto a quiosque em Peruíbe, bandidos atiraram contra multidão; em Ilhabela, homens encapuzados invadem hotel e assaltam economista

Rejane Lima e José Dacauaziliquá, O Estadao de S.Paulo

24 Fevereiro 2009 | 00h00

A administradora de empresas Juliana Marques de Almeida, de 25 anos, foi atingida na cabeça por uma bala perdida na madrugada de ontem, após assalto ao quiosque Fishone, em Peruíbe. Juliana, que mora com a família em Mauá, passou por uma cirurgia de cinco horas e, até as 22h30 de ontem, continuava internada em estado grave na UTI do Hospital Ana Costa, em Santos. O crime ocorreu às 2 horas. Dois homens armados abordaram a proprietária do quiosque e mataram um pit bull com dois tiros. Segundo a polícia, eles roubaram R$ 2 mil em dinheiro e correram. A comerciante começou a gritar e os homens atiraram contra a multidão. Na hora da confusão, Juliana e as amigas se perderam. Ela foi baleada, levada ao pronto-socorro e às 6h30 deu entrada no hospital de Santos. Os pais da vítima viajaram ao litoral. Juliana comemorou seu aniversário no sábado e, no dia seguinte, viajou sozinha. Em Mauá, a avó de Juliana, Maria Helena Almeida, de 75 anos, recebeu a informação de que seu estado de saúde havia evoluído. "Correu tudo bem, e os médicos falaram que a minha neta está um pouco melhor do que no momento em que deu entrada, mas corre risco de vida." Juliana mora com a avó e trabalha na Toyota, em São Bernardo. A Polícia Civil informou que investiga o caso, mas ainda não tem pistas. MAIS VIOLÊNCIA No Guarujá, um taxista foi baleado nas costas na madrugada de ontem. Dois homens pediram uma corrida e, no trajeto, anunciaram o assalto. O taxista foi preso no porta-malas e, depois de 5 quilômetros, o alarme disparou. Como o taxista não soube desligar o dispositivo, os bandidos atiraram. Ele foi hospitalizado, e os bandidos fugiram. Em Ilhabela, litoral norte, um economista, de 31 anos, foi rendido por dois homens encapuzados e armados no sábado à noite dentro de um hotel. Ele foi trancado no banheiro, e a dupla levou R$ 1 mil em dinheiro, dois IPods, dois celulares e um óculos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.