Turista israelense atingida por bala perdida recupera-se

Melhorou o estado clínico de saúde da turista israelense, Moran Bonflek, de 21 anos, atingida no tórax por uma bala perdida, quando brincava o carnaval em Olinda, na madrugada de terça-feira, em companhia de uma amiga. O médico que atendeu a jovem, Pedro Salerno, do Hospital Esperança, disse à Agência Brasil que ela vem apresentando progresso a cadainstante, podendo passar a respirar sem ajuda de aparelhos, nas próximas 24 horas.De acordo com o cirurgião cardio-vascular, o projétil continua alojado no abdomem porque não compromete nenhum órgão vital.A bala, disparada por Almir Rogério, integrante de um bando, que já está preso, atingiu o coração e o pulmão, que foramsuturados, durante uma cirurgia realizada no Hospital da Restauração, além do baço, que precisou ser retirado.Os pais de Moran, Israel e Orna Bonflek, chegaram de Telaviv, para dar assistência a filha e estão confiantes na recuperaçãodela.O pai, que é contador, disse que Moran estava viajando há cinco meses pela América Latina e decidiu ir para Olinda no períodode carnaval, por acreditar que na cidade não havia problema de violência. Ele acredita que o que aconteceu com a filha foi uma fatalidade. O Casal vem recebendo apoio da comunidade judáica que vive na capital pernambucana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.