Turista israelense continua em estado grave

A turista israelense Noran Bonflek, 21 anos, continua em estado grave, porém estável, internada na UTI doHospital Esperança, no Recife, onde respira com ajuda de aparelhos. Ela foi atingida por uma bala perdida no início damadrugada de ontem na Praça do Carmo, um dos focos da folia carnavalesca, em Olinda. A também israelense Noga Eshed,20 anos, que estava com a amiga, foi igualmente atingida, mas de raspão, no pulso, e foi liberada logo depois de ter sidoatendida no Hospital da Restauração (HR). A bala atingiu o coração, o pulmão e o baço de Noran. No HR, onde ela foi primeiramente socorrida, o baço foi retirado e ocoração suturado. Ela chegou a ter uma parada cardíaca. Transferida às 9h45 de ontem para o Hospital Esperança, aisraelense fez exame neurológico, que nada apresentou, e está sedada, para manter estável a pressão. Sua função renal estánormalizada. A bala não foi retirada e deve estar alojada no estômago. De acordo com a assessoria do hospital, o médico que aatende, o cirurgião cardiovascular Pedro Salerno, informou que a bala só traria prejuízo e precisaria ser retirada se houvesse sealojado na medula. O importante, no caso, são as lesões. Os pais de Noran estavam sendo aguardados no Recife. Parentes e pessoas do consulado israelense têm telefonado para ohospital para saber do estado da moça. As duas jovens integravam um grupo de 300 turistas israelenses Israel que alugaramcasa em Olinda para brincar o carnaval. No incidente que envolveu as israelenses foi morto, por vingança, o lavador de carros Romero Tenório da Silva, 21anos, que no início do carnaval já havia sido ferido, por bala, no pulso direito ao se envolver numa briga de bar, no bairro doCarmo, em Olinda. Ele voltou à folia depois de socorrido e liberado. Hoje a polícia civil apresentou à imprensa Almir Rogério Borges, 19 anos, um dos suspeitos de ter disparado os tiros quematou o lavador de carros, e informou que o menor A.J.L.L., de 16 anos, principal acusado do crime, foi detido e encaminhado aoDPCA, Departamento da Criança e do Adolescente. O jovem já havia cumprido pena em regime semiaberto na Fundação daCriança e do Adolescente (Fundac). Segundo a polícia, o menor e Tenório haviam participado dias antes de assalto a um turista alemão e Romero teria se negado adividir o produto do roubo, o que teria motivado a vingança dos seus parceiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.