Turista italiano é morto durante assalto em Fortaleza

Vítima e outros dois italianos trafegavam pela Avenida Washington Soares quando o carro apresentou pane; durante conserto, dois bandidos anunciaram assalto e dispararam tiros

Solange Spigliatti, da Central de Notícias

24 de maio de 2010 | 12h55

SÃO PAULO - O turista italiano Paparone Giosepe, de 52 anos, morreu com um tiro no tórax, após um assalto, no fim da noite deste domingo, 23, em Fortaleza, no Ceará.

 

Ele e outros dois italianos estavam trafegando pela Avenida Washington Soares, no bairro Edson Queiroz, quando o carro apresentou uma pane. Enquanto um mecânico consertava o veículo, duas pessoas, entre eles um menor de 17 anos, chegaram em uma bicicleta e anunciaram o assalto.

 

Após recolher os pertences dos turistas e do mecânico, entre eles três celulares e R$ 50,00, um dos ladrões atirou, acertando o tórax de Paparone, que não havia reagido, e fugiram. Ele chegou a ser encaminhado para o Hospital Geral de Fortaleza, mas morreu após receber atendimento.

 

Segundo a delegada titular da Delegacia de Proteção ao Turista, Adriana Arruda, o italiano costumava passar férias no litoral cearense e pretendia construir uma casa de veraneio no Porto das Dunas, em Aquiraz.

 

Os suspeitos foram localizados pouco tempo depois do crime em uma favela próxima e confessaram o assassinato. A arma e os celulares não foram localizados. Paparone morava na Suíça e tinha passagem marcada para embarcar na noite de hoje.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaFortalezaCeará

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.