Turista japonesa deixa hospital no Rio e segue para seu país

A turista japonesa Yoshiko Magoshi, de 61 anos, deixou nesta terça o Hospital Copa D´Or, em Copacabana, zona sul. Ela passou 24 dias internada após ter sido esfaqueada durante um assalto e atropelada ao tentar fugir dos agressores. Em uma maca, a turista foi levada de ambulância para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, de onde partiria para seu país.O diretor-médico do hospital, João Pantoja, afirmou que ao chegar ao seu país Toshiko terá de voltar a ser internada. O atropelamento causou um problema neurológico na turista, que está com o lado direito do corpo paralisado. A facada provocou uma inflamação no pâncreas.

Agencia Estado,

07 de dezembro de 2004 | 21h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.