Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Turista segue em estado grave após explosão de bueiro

Norte-americana teve 80% do corpo queimado; segundo testemunhas, ela foi arremessada pelo estouro e caiu no chão com o corpo em chamas

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

30 de junho de 2010 | 09h15

SÃO PAULO - A turista norte-americana Sarah Nicole Lowry, de 28 anos, segue em estado grave ao ter 80% do corpo queimado na manhã desta terça-feira, 29, após a explosão de um bueiro da Light em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. O marido dela, James Mclaughlin, de 31 anos, também se feriu no acidente. Ele teve cerca de 30% do corpo queimado. O casal está internado na Unidade de Queimados da Clínica São Vicente.

 

Os turistas norte-americanos chegaram ao Rio na segunda-feira em férias. Segundo testemunhas, Sarah foi arremessada pela força do estouro no bueiro e caiu no chão com o corpo em chamas. Pessoas que passavam pelo local na hora ajudaram a apagar o fogo do corpo dela e chamaram o socorro. O Consulado Americano foi acionado e já comunicou parentes do casal sobre o acidente. Segundo a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), o laudo que vai explicar as causas da explosão deve ficar pronto em 30 dias.

 

A Light divulgou uma nota dizendo que continua trabalhando na galeria subterrânea, onde houve o deslocamento da tampa de uma das câmaras. "A prioridade da empresa está sendo o apoio às duas pessoas feridas, que estão recebendo toda a assistência necessária. A apuração da responsabilidade do acidente está nas mãos de técnicos da perícia e do Corpo de Bombeiros. No entanto, a Light se antecipou para dar toda a atenção necessária aos feridos", informou a nota.

Tudo o que sabemos sobre:
acidenteexplosãoturistabueiroRJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.