Turistas apresentam documentos e são liberados em SC

Os turistas chilenos que ficaram detidos por cerca de duas horas na delegacia da Polícia Federal (PF) de Itajaí, no litoral catarinense, após serem presos por falta de documentação foram liberados após apresentaram os documentos necessários e foram isentos de qualquer multa. O grupo de cerca de 120 turistas chegou a Florianópolis de avião no último sábado. Na terça-feira, por volta das 18 horas, os cinco microônibus que transportavam os visitantes foram parados numa blitz de rotina pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Itapema, na BR-101. Parte dos passageiros estava sem qualquer documentação e os policiais encaminharam todo o grupo para a PF sob a acusação de irregularidade administrativa. Ontem, os visitantes passaram o dia em Bombinhas e estavam retornando para Balneário Camboriú, onde estão hospedados, quando foram parados pela blitz. Eles chegaram na delegacia da Polícia Federal de Itajaí às 19 horas, conduzidos pelos próprios microônibus da excursão. O delegado Thiago Giavarotti confirma que 33 turistas estavam sem qualquer documento durante o passeio. Eles alegaram que esqueceram os papéis no hotel e após a guia turística se comprometer em fornecer todos os dados na manhã de hoje, os turistas foram liberados por volta das 21 horas. Nesta quarta, a guia cumpriu o combinado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.