Turistas devem ficar atentos às condições das praias

Apesar do clima chuvoso e das baixas temperaturas, com máximas em torno dos 25 graus, os turistas que quiserem aproveitar o feriado prolongado do dia 1º de Maio no litoral paulista ou carioca devem estar atentos às condições de banho das praias da região.Na Baixada Santista, as praias Milionários, Itarará Posto 2 e Gonzaguinha, em São Vicente, foram consideradas impróprias para o banho. Em Santos, todas as praias apresentaram quantidades de coliformes fecais acima do aceitável. No Guarujá, a praia de Perequê deve ser evitada, e em Bertioga, o banho não é recomendado nas praias de Enseada-Vista Linda e Enseada-Indaiá.No Litoral Norte, as praias com índices de coliformes fecais acima do aceitável e que devem ser evitadas são as de Armação e Pinto, em Ilhabela, e Tabatinga-Rio Tabatinga, em Caraguatatuba.Todas as demais praias do Litoral Sul, Norte e Baixada Santista estão próprias para banho, de acordo com avaliação feita entre os dias 18 de março e 15 de abril pela Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), agência do Governo de São Paulo.Baixada fluminenseNo Rio de Janeiro, as praias da Ilha do Governador, Ramos, Flamengo, Botafogo, Urca, Pepino e São Conrado foram consideradas impróprias para o banho. Na Barra da Tijuca, a Praia dos Amores, entre o quebra-mar e o Pepê, também está imprópria.As demais praias estão liberadas, mas o banho deve ser evitado nas 24 horas seguintes às chuvas e os turistas devem estar atentos a mudanças na cor das águas. Na praia de Barra de Guaratiba, o banhista precisa ter ainda mais atenção e evitar locais com línguas negras.A avaliação das condições de balneabilidade das praias cariocas foi feita entre os dias 25 e 27 de abril pela Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (Feema), órgão da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano do Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.