Turistas inglesas recorrem de sentença

O advogado Renato Tonini, que defende as turistas inglesas condenadas a 8 meses de trabalhos comunitários por tentativa de estelionato, falsidade ideológica e falsa comunicação de crime, recorreu da sentença. Ele quer reduzir a pena para 4 meses e convertê-la para multa. As duas foram presas em julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.