Turistas inglesas recorrem de sentença por falso roubo

Intenção do advogado das duas inglesas é reduzir a pena para 4 meses e convertê-la para multa

26 Agosto 2009 | 12h18

O advogado Renato Tonini, que defende as turistas inglesas condenadas por tentativa de estelionato, falsidade ideológica e falsa comunicação de crime, recorreu da sentença. Tonini defende a tese de que o crime de estelionato absorve os outros dois. A intenção é reduzir a pena para 4 meses e convertê-la para multa.

 

Shanti Andrews e Rebecca Turner, ambas de 23 anos, foram condenadas a prestar 8 meses de serviços comunitários. Elas foram presas em flagrante em 27 de julho ao tentarem dar o golpe da bagagem - comunicaram à polícia o furto de objetos para receber o seguro. As inglesas aguardam o julgamento do recurso hospedadas em um apart-hotel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.