Turistas reconhecem estuprador de Peruíbe

As duas turistas que foram estupradas esse mês em Peruíbe, no litoral Sul de São Paulo, reconheceram nesta quarta-feira o ajudante geral Edervan Batista Santos, de 19 anos, preso no último dia 25 em flagrante após assaltar residência na mesma cidade.Santos foi preso junto com o pintor Flavio Oliveira Sales, de 26 anos, à 1h30 da madrugada do dia 25, em flagrante, durante assalto a uma residência no bairro São João Batista. Os criminosos fugiram pelo muro dos fundos, mas foram encontrados no forro da casa vizinha durante varredoura da PM, portando a arma usada no crime e os objetos roubados.De acordo com o delegado Jaime Marcelo da Fonte Nogueira, o criminoso foi reconhecido como o estuprador por causa das características físicas. "A vítima do dia 2 disse que o estuprador tinha uma tatuagem no peito que parecia o símbolo do Corinthians e uma águia, e o Edivan tem uma tatuagem com um São Jorge e um dragão". Segundo o delegado, como as outras descrições também batiam, foi enviada uma foto para Sorocaba - cidade onde a vítima mora - e nesta quarta ela esteve em Peruíbe para consolidar o reconhecimento.A outra turista estuprada, uma secretária de 28 anos que mora em São Paulo, reconheceu Edvan como um dos três criminosos que assaltou a casa de seu pai no dia 15, mas não como o bandido que de fato a estuprou. Na ocasião, foi preso Douglas Alves Moreira, de 18 anos.Segundo o delegado Nogueira, a polícia já tem o nome do terceiro criminoso - o que estuprou a secretária - mas desconfia que após as prisões ele tenha saído da cidade.Uma terceira vítima, uma moradora da cidade de 17 anos que foi seqüestrada durante a noite de 2 de novembro, reconheceu Edivan como um dos assaltantes. "Essa moça disse que ele chegou a cantá-la durante o cativeiro (que durou uma noite). Ele disse que ela era bonita e perguntou se era virgem, mas a moça foi esperta, disse que tinha uma doença grave, convulsão, e ele não a estuprou", explica o delegado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.