TV Cultura inicia processo de reformulação e corta programas

'Manos & Minas' e 'Login' são extintos, 'Vitrine' e 'Clássicos' são suspensos, mas emissora nega que tenha havido qualquer demissão

Jotabê Medeiros, O Estado de S.Paulo

06 de agosto de 2010 | 00h00

Começou ontem a reformulação na TV Cultura. Após reunião durante a tarde com o setor de programação da emissora, as equipes de produção e apresentadores dos programas Manos & Minas e Login foram avisadas de que essas atrações estão extintas. O Vitrine foi suspenso, segundo informado à sua equipe, para que seja "repensado".

Segundo a reportagem apurou, outro programa suspenso indefinidamente é o Clássicos, que transmite música erudita ao vivo e em reprises.

Em nota oficial, a emissora disse que "não houve qualquer corte" e que "os profissionais serão avaliados e podem vir a ser aproveitados em outras produções". Entretanto, alguns funcionários que integravam as atrações cortadas disseram que, das 20 pessoas envolvidas na produção, ficarão apenas os que não eram contratados como pessoas jurídicas (umas três, do total).

Segundo a assessoria de imprensa da TV Cultura, não há data para o programa Login sair do ar. "Também não procede a informação sobre a extinção de um programa erudito."

A descontinuidade dos programas foi anunciada ontem por João Sayad, presidente da Fundação Padre Anchieta, em entrevista ao Estado. "Queremos ter uma grade estável e que seja reconhecida pelo público, mas vamos manter aquilo que representa o espírito da TV Cultura, como o Roda Viva, o programa da Inezita, o Rolando Boldrin e o Provocações", afirmou Sayad.

A emissora tem cerca de 1,9 mil funcionários e o que se comenta é que as demissões começaram pela sucursal de Brasília. "As pessoas vão querer uma justificativa plausível. É dinheiro do governo. E para quem está se organizando, isso tudo está começando bem bagunçado", disse um funcionário que foi dispensado na tarde de ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.