Uber faz corridas para arrecadar doações de água a cidades de MG

Empresa coleta garrafas e galões lacrados; prefeitura de Governador Valadares também faz campanha por doações

O Estado de S. Paulo

16 Novembro 2015 | 18h47

A Uber, empresa que conecta passageiros a motoristas por meio de um aplicativo, recebe doações de água mineral para as cidades afetadas pela interrupção do abastecimento após a contaminação do Rio Doce pela lama proveniente das barragens em Minas Gerais.

Até o dia 18, a empresa coletará garrafas e galões de água mineral lacrados que serão encaminhadas aos moradores de Governador Valadares e cidades da região, como Periquito, Galileia, Tumiritinga e Alpercata.

Para doar, é preciso abrir o aplicativo e selecionar a opção UberÁGUA. Depois, inserir o endereço completo de onde está com as doações. A empresa recolherá a água, que será levada para a rede Verdemar de supermercados e depois encaminhada aos moradores da região atingida.

Os carros solicitados para doação não farão viagens com os passageiros, segundo a empresa.

Crise de abastecimento. O colapso no abastecimento em Governador Valadares afeta cerca de 296 mil pessoas que moram na cidade de Governador Valadares.  

Homens do Exército iniciaram na sexta-feira a distribuição de garrafas de água mineral à população local, que sofre com colapso no abastecimento desde a segunda, 9. Centenas de pessoas formaram filas que davam voltas no quarteirão da Praça dos Esportes, no centro. A espera por quatro garrafas de um litro chegava a ultrapassar três horas e meia.

A prefeitura de Governador Valadares também faz campanha de doação de água. Há pontos de coleta em Belo Horizonte, Juiz de Fora, Ipatinga, Mantena, Ipanema e Vitória. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.