UFMG distribui artigo pela 'continuidade'

Boletim oficial da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) divulgado esta semana apresenta artigo com opinião favorável ao governo Lula e contrário à gestão de Fernando Henrique Cardoso. O texto é assinado pelo ex-reitor Ronaldo Tadeu Pena e pelos ex-vice-reitores Heloisa Murgel Starling e Marcos Borato Viana.

Larissa Linder ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2010 | 00h00

Intitulado A universidade e o segundo turno das eleições, o texto defende que o País está em um momento de "comparação de dois projetos". "De um lado, Dilma Rousseff, representando a continuidade do projeto desenvolvido nos últimos anos, e de outro, José Serra, a oposição a esse projeto." "Já que não sou mais reitor, mas apenas professor e cidadão, me senti na obrigação de me reunir com outros colegas e fazer esse manifesto e dizer isso para a comunidade universitária", disse Pena.

O boletim é semanal e fica disponível no site da instituição. Além disso, são impressos 8 mil exemplares - com orçamento da universidade -, distribuídos no câmpus. A página dois, onde foi publicado o texto, é dedicada a opinião e os textos não são encomendados, mas enviados por qualquer pessoa, segundo a assessoria da universidade.

Em entrevista ao Estado, o reitor Clélio Diniz afirmou não ter assinado nenhuma lista de apoio a qualquer candidato e acredita que a universidade deve ser uma instituição laica e autônoma. "A página dois do boletim, contudo, é um espaço livre de discussão, no qual qualquer cidadão pode se expressar."

Para o advogado e presidente da Comissão Estadual de Eleições e Valorização do Voto da OAB-SP, Marcelo Augusto Sousa, a publicação fere a Lei Eleitoral por estar em desacordo com a questão da "paridade de armas". A universidade defendeu-se dizendo, por meio de assessoria, que caso recebam artigo pró-Serra, ele será publicado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.