Um conselho à sucessora: 'No aperto, vá ao povo'

BRASÍLIA

Tânia Monteiro, Leonencio Nossa / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

26 Novembro 2010 | 00h00

O presidente Lula disse ter aconselhado Dilma Rousseff a procurar o "povo" nos momentos de dificuldades. Na crise do mensalão, em 2005, Lula usou a estratégia de fazer comícios nos grotões para se "energizar" e diminuir o impacto das denúncias. "Tenho dito para a Dilma: "Dilminha, na hora do aperto, na hora em que a coisa estiver ficando feia, não vacile, vá para perto do povo. Quando não souber das coisas, pergunte ao povo, que ele ajuda a decidir". Na dúvida, o povo é a solução."

Lula afirmou que Dilma vai procurar abrir novos caminhos na economia sempre com "cuidado", porque não é de "brincar com a economia". "A economia é como um trem que vai no trilho: parece fácil, ele está correndo, mas se ele descarrilar, para a gente colocá-lo outra vez no trilho, vai levar tempo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.