Um deles é a sua cara

Quem for ao Feirão da Casa Própria disposto a comprar um imóvel vai encontrar opções de preços que variam de R$ 65 mil até R$ 1,4 milhão. ''Este Feirão não é destinado apenas para um determinado público. Temos opções de moradias para todos os bolsos'', salienta o superintendente regional da Caixa, Valter Nunes. O preço médio dos imóveis do evento é de R$ 128 mil.A lista completa com todas as unidades imobiliárias à disposição está no site da Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br). Antecipamos, a seguir, a relação de algumas delas. A lista com os 60 mil imóveis usados está no site do Conselho Regional de Corretores do Estado de São Paulo (Creci-SP - www.crecisp.gov.br). Os interessados nessas unidades podem recorrer aos 360 corretores que estarão no Feirão para esclarecer dúvidas. Há ainda 793 unidades imobiliárias que foram retomadas pela Caixa por falta de pagamento. A maior parte dos imóveis está na capital, mas também há opções no ABC, em Osasco, Cotia, Cajamar, Barueri, Vargem Grande, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Taboão da Serra, Ferraz de Vasconcelos, Suzano e Jundiaí. Há ainda ofertas em Santos, Guarujá e Bertioga. ''Cresceu neste ano o número de construtoras e imobiliárias que vão participar do evento. Assim como a quantidade de imóveis novos e usados. A expectativa é a melhor possível'', acrescenta Nunes. O presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, faz coro às declarações do superintendente da Caixa. ''A percepção dos corretores é a de que esta seja a melhor edição do Feirão da Casa Própria.''

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.