Um dos condenados pela morte do jornalista Tim Lopes é preso em Sepetiba, no Rio

Ângelo Ferreira da Silva não se entregou, mas também não ofereceu resistência à prisão

Rita Cirne, do estadão.com.br

26 de maio de 2010 | 13h20

SÃO PAULO - Foragido desde o mês de fevereiro, um dos dois condenados pela morte do jornalista Tim Lopes foi preso na manhã desta quarta-feira, 26, em Sepetiba, zona oeste do Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Militar, Ângelo Ferreira da Silva, mais conhecido como Primo, não se entregou, mas também não ofereceu resistência à prisão. Ele vinha sendo monitorado já há algum tempo pelos policiais do 27º Batalhão da PM.

 

Agora, Ângelo, que foi condenado a 15 anos de prisão, está sendo encaminhado ao 36º Distrito Policial (Santa Cruz).

 

O Disque-Denúncia estava oferecendo uma recompensa de R$ 2 mil por informações que ajudassem a polícia a localizar Ângelo Ferreira da Silva e outro foragido também envolvido no assassinato do jornalista, Elizeu Ferreira de Souza.

 

Tim Lopes foi capturado por traficantes da Vila Cruzeiro no dia 2 de junho de 2002, quando produzia uma série de reportagens sobre tráfico de drogas e sexo em bailes funk da comunidade. O jornalista foi torturado e executado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.