Um dos criminosos mais procurados pela polícia americana é preso no RN

Victor Ardem Barnard é acusado de praticar abuso sexual contra 59 crianças

ANNA RUTH DANTAS - ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S. Paulo

28 de fevereiro de 2015 | 13h10

NATAL - Um dos 15 criminosos mais procurados pela US Marshals, a polícia federal americana, foi preso na praia de Pipa (distante 106 quilômetros de Natal). Victor Ardem Barnard, de 53 anos, é líder da seita religiosa "River Road Fellowship", fundada no estado de Minnesota, e acusado de praticar abuso sexual contra 59 crianças, entre 12 e 13 anos.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, expediu mandado de prisão contra o americano. A prisão ocorreu na noite de sexta-feira,28, em Pipa, em um condomínio de casas.

O superintendente adjunto da Polícia Federal, Paulo Henrique Rocha, descartou que Victor Barnard estivesse mantendo um núcleo da seita no Brasil. Também foi presa, ontem à noite, uma mulher que estava com Barnard e apontada como a proprietária da residência onde se encontravam. Ela estava dando “cobertura” ao fugitivo. Com o americano foram apreendidos documentos, agendas, computadores, pendrives, aparelhos e chips celulares foram apreendidos.

No dia 20 novembro do ano passado, Barnard foi incluído na lista dos 15 criminosos mais procurados dos Estados Unidos pela US Marshals, agência de aplicação da lei e unidade da Polícia Federal americana. De acordo com órgão, o líder religioso é uma "ameaça significativa" e é acusado de fugir para evitar processos. A recompensa para quem capturá-lo era de US$ 25 mil.

A imprensa americana traz a informação de que Victor Barnard começou a ser investigado em 2012 depois que duas das suas seguidoras na seita o denunciaram. 

Tudo o que sabemos sobre:
US Marshalspolícia federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.