Um morre e 50 são detidos no Morro da Providência, no Rio

Um suposto traficante foi morto e 50 pessoas foram detidas em operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil no Morro da Providência, centro do Rio. A operação começou às 5h30 e tinha por objetivo cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão. Quatro fuzis, duas granadas, uma pistola e entorpecentes foram encontrados pela polícia. A busca ocorreu um dia depois de o Ministério Público ter decidido reabrir o inquérito sobre outra ação da Core na Providência, em setembro, em que policiais são acusados de executar dois homens já dominados. O caso resultou na exoneração do delegado Gláucio Santos.Na ação deste sábado, policiais desceram de helicóptero no alto do morro, onde revistaram uma casa de três andares que pertenceria a Evanilson Marques da Silva, o Dão, apontado como o chefe do tráfico na Providência. Dão não foi encontrado, mas cinco homens armados que faziam a segurança da casa foram presos.O secretário estadual de Segurança Pública, Marcelo Itagiba, disse que a operação foi uma segunda etapa da ação de "prevenção e repressão" à criminalidade. Na sexta-feira, mais de 1.600 policiais participaram de uma megaoperação em nove morros do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.