Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Um morto e 2 feridos em rebelião de menores

Um adolescente morreu e dois ficaram feridos em uma rebelião, nesta quarta-feira de manhã, no Educandário Santo Expedito, que abriga 198 infratores com idade máxima de 17 anos e integra o Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro.A. sofreu perfurações de estoque, faca fabricada artesanalmente, e morreu no Hospital Albert Schweitzer. Os outros dois foram medicados e, segundo a assessoria da Secretaria estadual de Direitos Humanos, receberam alta.A causa do motim foi uma disputa entre grupos rivais dentro do educandário. A secretaria afirmou em nota que ?alguns dos 14 funcionários que estavam de plantão também sofreram pequenos ferimentos?.O documento dizia ainda que o diretor da unidade, Adilson Fernandes, será afastado do cargo e que uma junta de direção presidida pela Subsecretária de Assuntos Institucionais e de Justiça da secretaria, Heloísa Carlos Magno Correia, assumirá a administração da unidade.Uma sindicância administrativa investigará o caso. O tumulto começou por volta de 9 horas. Os internos colocaram fogo em colchões, quebraram celas e subiram no telhado. Aproximadamente 20 policiais foram enviados para o local e, segundo a Polícia Militar, não houve necessidade de invasão.De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos, ?uma minoria? começou o motim, que durou quatro horas. Na última segunda-feira, outro menor do Santo Expedito teve 80 por cento do corpo queimado durante uma briga. Ele permance internado em estado grave.

Agencia Estado,

06 de novembro de 2002 | 20h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.