Um morto e quatro feridos em choque de trem e perua

Uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas em um choque entre um trem e uma perua, próximo a Itacuruçá, distrito de Mangaratiba, na Costa Verde, no início da noite. De acordo com as informaçõs do Corpo de Bombeiro, as vítimas eram passageiras da perua e ficaram presas às ferragens por mais de uma hora depois do acidente. O trem transportava minério de ferro da empresa Minerações Brasileiras Reunidas (MBR).O acidente ocorreu às 18h30, quando o trem da MBR cruzava o desvio de nível em Itacuruçá. A perua atravessava a linha férrea e foi arrastada por cerca de 100 metros. Três ambulâncias da prefeitura de Mangaratiba atenderam os feridos.Três foram levados para o Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, na zona oeste, e outro foi atendido no Hospital de Mangaratiba. Os nomes das vítimas não foram divulgados.Mais acidente - Este foi o segundo acidente de trem ocorrido no Rio em 24 horas. Na tarde de sexta-feira, dois trens administrados pela Supervia chocaram-se no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Uma pessoa moreu e 21 ficaram feridas. O chefe de estação Valdevir Pinto da Silva, de 48 anos, que pegara carona numa das composições, foi enterrado ontem no Cemitério de Raiz da Serra, na Baixada Fluminense. A vítima mais grave do acidente, o estudante Bruno André da Silva Barbosa, de 17 anos, que sofreu traumatismo craniano, foi operado no Hospital Souza Aguiar. A Supervia informou que as causas do acidente só serão conhecidas em 15 dias, quando a perícia estará concluída.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.