Um nome a zerar

Tutty Vasques escreve todos os dias no portal Estadao.com.br, de terça a sábado neste caderno e aos domingos no caderno Aliás

Tutty Vasques, O Estadao de S.Paulo

11 de julho de 2008 | 00h00

Existe hoje no Brasil uma legião de cinqüentões chamados Gilmar. Ganharam o nome por causa do goleiro até hoje considerado por muitos como o melhor de todos os tempos. Um Pelé debaixo dos paus. Foi campeão no Corinthians, no Santos e duas vezes em copas do mundo. "Indefensável" era bola fora de seu dicionário. Gilmar pegava todas. E não soltava. Tinha mãos de Deus. Em 1958, na Suécia, ainda lhe sobrou ombro para Pelé chorar feito bebê após a primeira grande conquista do Brasil lá fora. Gilmar servia de exemplo para a garotada. Não à toa batizou com a reputação de seu nome uma turma que hoje já está careca de ouvir o pai contando essas histórias. O presidente do STF, Gilmar Mendes, é mais ou menos dessa época. LIBERDADE RELATIVA"É melhor ficar preso no trânsito do que na cadeia"Daniel Dantas, ao voltar para a carceragem após 10 horas de liberdade nos engarrafamentos de São PauloSEM BAFÔMETROMichael Jackson descobriu um jeito de driblar a lei seca de Las Vegas: circula pela cidade em cadeira de rodas.SÓ PENSAM NAQUILOO Irã fica aí dando idéia. Já, já vai ter adolescente tentando fazer em casa experiências com ogivas no estreito de Ormuz.Façam suas apostasA volta de Daniel Dantas para a cadeia animou o fim de tarde na carceragem da PF em SP. Naji Nahas logo inventou um bolão entre as celas: quem adivinhar quantas horas o dono do Opportunity ficará em cana dessa vez leva toda a grana.Tortura nunca maisO ronco de Celso Pitta na noite de quarta-feira, quando ainda dividia cela com Daniel Dantas, pode ter sido decisivo na concessão do habeas-corpus que deu dez horas de liberdade ao banqueiro. Hoje em dia - sabe como é, né? - não se pode dar mole para a turma dos direitos humanos.Tem pra todo mundoO Senado aprovou ontem 97 novos cargos de R$ 10 mil. Isso quer dizer o seguinte: só rouba hoje em dia no Brasil quem quer.Aí, também, já é demais!A Câmara Municipal de Paris aprovou projeto que permite a construção de arranha-céus mais altos que a Torre Eiffel na cidade. Será que nem assim, como dizia Nizan Guanaes, "nós não vamos fazer nada?"Campeão de audiênciaEstá chegando às melhores calçadas das capitais brasileiras o DVD pirata do disco rígido de Daniel Dantas apreendido pela PF. Tem camelô confiante em bater o recorde de vendas de Tropa de Elite. No sacrifício Está em Paris desde quarta-feira, o representante do Ministério da Justiça encarregado da logística de extradição de Salvatore Cacciola, coisa que só deve acontecer em cinco ou seis dias. O pobre coitado vai passar um fim de semana de cão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.