Um pulmão de 360 mil metros quadrados em SP

Uma boa pedida para quem deseja escapar da floresta de concreto e aço da cidade de São Paulo e ficar mais em contato com a natureza é visitar o Jardim Botânico de São Paulo, na Água Funda, zona sul da capital paulista. Com uma área verde de 360 mil metros quadrados, o local é perfeito para relaxar, aprender um pouco sobre a natureza e observar as diversas aves que voam por lá. O Jardim Botânico fica dentro do Parque Estadual das Fontes Ipiranga, uma reserva da Mata Atlântica que abriga a nascente do Riacho Ipiranga, palco da Independência do Brasil. Logo na entrada do Jardim, uma alameda de palmeiras rodeada de trepadeiras floríferas torna a paisagem paradisíaca. "O que São Paulo tem de mais bonito está aqui", afirma Luís Mauro Barbosa, diretor do local. "Um jardim botânico com essas características é único no Brasil. O que fica no Rio de Janeiro é apenas mais famoso", diz o diretor. A beleza do lugar fica ainda mais impressionante quando se começa a reparar e ver de perto os animais circulando livremente, entre eles os macacos, bichos-preguiça e gambás, além de aves como maritacas e tucanos. Outras atrações imperdíveis são o Jardim de Lineu e suas estufas, réplica do Jardim de Uppsala, na Suécia, e o Lago dos Bugios, habitado pela respectiva espécie de primata. O local tem ainda um orquidário com cerca de 700 espécies da flor e uma estufa que reproduz o ambiente da Mata Atlântica. Também é agradável dar uma passada pelo Museu Botânico. Lá é possível conhecer várias amostras de plantas da flora brasileira e uma coleção de produtos extraídos delas, como óleos e fibras. Serviço: Aberto de quarta-feira a domingo, e feriados, das 9h às 17h. Entrada: R$ 2. Para estudantes: R$ 1. Crianças com menos de 10 anos e idosos acima de 65 anos não pagam. Endereço: Avenida Miguel Stéfano, 3031/3687 (Próximo ao Parque Zoológico). Fone: (11) 5073-6300

Agencia Estado,

22 Junho 2003 | 02h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.