Uma gravação para tranqüilizar a Rocinha. Será?

Estimada em 60 mil pessoas, a populaçãoda Rocinha se sente desamparada. Não confia na polícia, que por diversas vezes entrou atirando na favela, vitimando inocentes, e está apavorada com a iminência de mais tiroteios, depois da morte de Luciano Barbosa da Silva, o Lulu. Para tranqüilizar os moradores, o subsecretário de Segurança Pública, Marcelo Itagiba, gravou uma mensagem que será exibida pela TV ROC, emissora comunitária local.Na gravação, Itagiba afirma que, uma vez pacificada, a comunidade receberá intervenções do Estado. E se coloca à disposição para ouvir os moradores. As informações sobre a fita foram passadas pelo Palácio Guanabara.No fim da tarde, Quinterno, um jornalista e empresário argentino que mora a duas quadras da Rocinha e fundou a TV ROC, afirmou que o conteúdo da fita é uma ?bomba?, mas não entrou em detalhes. Ele disse que só falará sobre o assunto hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.