Uma pessoa morre e quatro ficam feridas em tiroteio no show do Olodum

Dois homens armados invadiram show para matar suspeito de tráfico de drogas

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

30 de maio de 2011 | 13h01

SALVADOR - Um atentado contra um suspeito de tráfico de drogas em pleno show do Olodum, na Praça Pedro Arcanjo, no Pelourinho, em Salvador, na noite de domingo, deixou um morto e três mulheres e uma criança feridas.

Segundo informações da Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), dois homens armados invadiram a festa, por volta das 21 horas, e assassinaram, a tiros, Diogo Santos da Silva, conhecido como Pé de Bolo, de 21 anos. O presidente do grupo, João Jorge, afirma que os atiradores invadiram o local pelo telhado.

No tiroteio, três mulheres, de 45, 32 e 22 anos, e uma menina de 11 anos ficaram feridas. Duas das vítimas, atingidas de raspão, foram medicadas no Hospital Geral do Estado (HGE) e liberadas. A mulher mais jovem e a criança continuam internadas na unidade, mas não correm risco de morte.

Os criminosos ainda não foram identificados, mas a suspeita é que o homicídio tenha sido causado por conflito entre quadrilhas rivais de tráfico de drogas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.