Divulgação/Agência Brasil
Divulgação/Agência Brasil

Umidade do ar no Distrito Federal chega ao nível de deserto e iguala recorde

Inmet registrou índice de 10% no meio desta tarde, número considerado impróprio e de alerta à população

João Paulo Carvalho, estadão.com.br

15 Agosto 2011 | 15h53

SÃO PAULO - A umidade relativa do ar do Distrito Federal atingiu o índice de 10% às 14 horas desta segunda-feira, 15, de acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O nível é semelhante ao do deserto do Saara, que varia entre 10% e 15%. No mesmo horário, as temperaturas na cidade chegaram a 26,7ºC.

 

A marca igualou os recordes de 2002 e 2004. Seguindo recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), os níveis inferiores a 60% não são adequados para a saúde humana. Abaixo dos 20%, a situação é considerada de alerta.

 

O Centro de Gerenciamento de emergências (CGE) recomenda que as pessoas não façam exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas, evite aglomerações em ambientes fechados, use soro fisiológico para olhos e narinas, beba muita água e umidifique o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas e recipientes com água.

Mais conteúdo sobre:
clima umidade do ar DF Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.