Umidade e frio causam um nevoeiro denso em São Paulo

O denso nevoeiro que encobriu São Paulo no fim da noite de ontem foi formado pela baixa temperatura e alta umidade do ar. Entre uma hora desta madrugada e o amanhecer de hoje, a visibilidade ficou restrita a 200 metros no aeroporto de Guarulhos e a 500 metros em Congonhas, segundo o meteorologista da empresa Climatempo Alexandre Nascimento. Ao amanhecer de hoje, a mínima chegou a 12,1 graus na estação do Instituto Nacional de Meteorologia, no Mirante de Santana, responsável pela medição oficial das temperaturas na capital. No interior paulista, a visibilidade na base aérea de Pirassununga não ultrapassou 100 metros no início da manhã, com frio de 9 graus. Em Ribeirão Preto, o aeroporto local amanheceu com visibilidade de 300 metros e mínima de 13 graus.Com o aquecimento que chegou a 19 graus ao meio dia, o nevoeiro se dissipou na cidade de São Paulo, onde a máxima deve chegar a 23 graus durante esta tarde.A previsão da Climatempo para os próximos dias na capital é de sol, com nevoeiros ao amanhecer e temperatura estável, de 12 a 23 graus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.