União estuda permuta de área invadida da Volks, diz Dutra

O governo federal está disposto a intervir no impasse gerado pela ocupação de sem-teto em um terreno da Volskwagen em São Bernardo do Campo. Uma das alternativas estudadas é a permuta do terreno invadido por áreas públicas existentes na região, informou o ministro das Cidades, Olívio Dutra. Com a permuta, o terreno da empresa seria usado para regularizar ocupação. Estima-se que 4.200 famílias estejam no local. Outra possibilidade que será discutida pelo grupo é a compra do terreno da Volkswagen, informou Dutra.Ainda nesta noite, o Secretário Nacional da Habitação, Jorge Hereda, deve viajar para São Paulo para conduzir pessoalmente as negociações, informou Dutra.Com área de 170 mil metros quadrados e avaliado em R$ 16 milhões, o terreno já havia sido colocado à venda pela empresa. A Volkswagen havia adquirido a área Da Chrysler, em 1979. No início da semana, porém, a possibilidade de compra do terreno pela União havia sido descartada por Hereda.Dutra informou que as discussões teriam participação das três esferas do governo (municipal, estadual e federal), além de representantes de movimentos populares. Questionado sobre um eventual convite à Volkswagen para as discussões, Dutra afirmou: "Todos podem participar." Ele não esclareceu, no entanto, se o convite à empresa já havia sido feito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.