Unicamp tenta evitar volta de Molina

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) vai entrar nesta semana com recurso no Tribunal de Justiça do Estado para tentar mudar a decisão do juiz da 10ª Vara Cível de Campinas, Ricardo Fiore, que reintegrou ao quadro docente da universidade o foneticista Ricardo Molina, demitido por justa causa pelo reitor HermanoTavares há um mês. A Unicamp também vai processar o foneticista por crime de difamação e injúria, por ter acusado o reitor de compeli-lo a alterar resultados de laudos periciais quando suas conclusões não atendiam aos interesses de Tavares ou do partido político a que ele pertence, o PSDB.Molina acusou também a Fundação de Desenvolvimento da Unicamp (Funcamp) de lavagem de dinheiro em seus processos de administração de convênios e contratos. A Unicamp e a Funcamp se julgam caluniadas e querem que o foneticista prove as acusações.Mais informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.